Só amor não basta!


O amor pode ser considerado como a base, o alicerce de uma relação.

Sim, o amor é muito importante, mas não é tudo. Uma relação não sobrevive de forma funcional só com amor.


Vamos começar diferenciando amor de relação amorosa.


O amor é uma emoção, um sentimento, um desejo de estar junto, a relação amorosa é a capacidade de relacionar-se com o outro, de se desenvolver e permitir que o outro se desenvolva. Portanto, só amor não é suficiente para manter uma relação, outras emoções e sentimentos são necessários. Acreditar que só amor basta na construção de uma relação encoberta aspectos importantes. Portanto, vale observar:


1. O casal que acredita nisso, que amor basta, deixa de se autoavaliar, não consegue enxergar o que cada um precisa aprender, pois eles depositam toda sua confiança no sentimento que tem um pelo outro.


2. Ao admitir e aceitar que o amor é o mais importante as pessoas se prendem ao sentimento e deixam de enxergar o que precisam responsabilizar-se para fazer as mudanças e aprendizagens necessárias para o fortalecimento da relação.


3. Pode ainda dificultar a visualização de outros elementos que são importantes numa relação como parceria, respeito, responsabilidade, compaixão, flexibilidade, aprendizagem, crescimento.


Resumindo: uma relação necessita de outros elementos além do amor.

Não utilizemos o amor como uma desculpa para não nos responsabilizarmos por construir uma relação mais funcional.

Posts em Destaque