A maternidade e a vida amorosa após a separação

"Ser mulher não é fácil.

Ser mulher e mãe, menos ainda.

Ser mulher, mãe e reivindicar uma vida social fora dos padrões patriarcais, é enlouquecedor." (Blog Escreva Lola Escreva) 

 

Com a separação ou com o término de uma relacionamento algumas mulheres esperam anos para entrar numa nova relação, outras, por sua vez, fazem isso imediatamente. Não existe certo nem errado, cada escolha traz em si suas aprendizagens e consequências.

A questão é que num relacionamento onde se tem filhos a organização, a dinâmica e o funcionamento é diferente. Quando se entra numa relação tendo um filho, não é só marcar um encontro e escolher o lugar. Você precisa, algumas vezes, deixar a criança com alguém, precisa cronometrar o tempo de volta para casa, precisa definir quem vai colocá-la para dormir ou chegar a tempo da hora da mamada. Isso não significa que a vida amorosa é problemática, apenas que tem suas peculiaridades assim como todas as relações.

Quem entra para essa relação tem que ter consciência que essa mulher além de outros papéis - profissional, estudante, filha - também é mãe. Ter consciência possibilita ao casal fazer contratos sobre como funcionarão no dia a dia, de como e quando esse namorado ou namorada será apresentado para a criança e como será estabelecida esta relação. 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Posts em Destaque

Profissões: o que escolho? Como me decido? A escolha da profissão em 2 etapas

March 11, 2015

1/2
Please reload

Posts Recentes

02.11.2019

08.09.2018

Please reload